quarta-feira, 20 de maio de 2009

Decepção

Uma sensação estranha
Como se sob os pés, faltasse o chão
Inexplicável e dolorosa
É assim a decepção
Nem só os homens maus a causam
Pessoas de bem também
Nem por isso dói menos
Num dia tudo, noutro nada
Um dia com, outro sem
Dizem que o tempo cura todas as mágoas
Pode ser uma verdade
Independendente de qualquer coisa
Sempre fica uma saudade
A vida segue em frente, é preciso continuar
Por nada baixar a cabeça, por nada deixar de sonhar
As tardes não serão mais as mesmas, assim como as canções
Impossível seria explicar, ficam então as recordações
E junto de um vazio sem medida
Permanece uma consciência tranquila
Sandra

0 comentários: