segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Blogagem Coletiva - Quebrando o Silêncio













Qualquer tipo de violência é inaceitável e revoltante. Seja contra mulheres, idosos, enfim. Porém, abusos contra crianças, incluindo bebês é uma prática monstruosa.
Eu me sinto enojada a cada novo caso que surge. E pensar que muitos políticos, médicos, militares estão envolvidos. Sabemos que as autoridades estão atentas, mas ainda assim é pouco. Essa prática está crescendo cada vez mais e nós, cidadãos, precisamos unir forças, cada um fazendo sua parte para que o resultado final seja positivo.
Não podemos apenas ler os noticiários e ficarmos lamentando e aguardando ações judiciais, devemos sim aguardá-las, cobrá-las, no entanto, precisamos nos doar um pouco mais também.
Criança deve ter infância: rir, jogar bola, brincar com carrinhos e bonecas, pega-pega, esconde-esconde ou seja lá a brincadeira que for. Para no futuro, se tornar um homem ou mulher de bem, sem traumas, sem marcas e com capacidade de ser um/a educador/a.
Essa é uma causa que precisamos todos abraçar, vamos dizer não à pedofilia, mas mais que isso, vamos participar e denunciar os criminosos.
Eu, como mãe, quero um futuro melhor não apenas para meu filho, mas para todos os pequenos e quando eu não mais existir, quero partir com a certeza de que fiz a minha parte, que não fui mais uma telespectadora dos fatos que ocorrem na vida e, sim, que ocupei um papel maior, fui atuante, buscando melhorias e me sentindo útil.

Segue abaixo algumas informações importantes:

Tendo como principal meio de divulgação a Internet, a pedofilia movimenta milhões de dólares por ano e expõe milhares de crianças indefesas a abusos que nem mesmo adultos suportariam.

Podemos afirmar hoje, a existência de Clubes de Pedofilia! Esses “Clubes” servem para “associar” pedófilos pelo mundo; onde estes podem adquirir Fotos ou Vídeos contendo Pornografia Infantil ou, pior, “contratar” serviços de Exploradores sexuais, fazer Turismo sexual ou mesmo efetivar o Tráfico de menores e aliciá-los para práticas de abusos sexuais. E, pasmem, este circo de horrores é responsável pelo desaparecimento de crianças no mundo inteiro.

Desenvolvemos um trabalho árduo, sem fins lucrativos, no combate ao crime, recebendo e repassando denúncias, com o auxílio de internautas que de algum modo, se viram diante de sites ou imagens contendo pornografia infantil ou pedofilia.

Hoje, a nossa principal missão é a conscientização de internautas (usuários da Internet), políticos (responsáveis pela Legislação do País), as Famílias e a Sociedade como um todo, sobre a situação preocupante, imposta pela ação criminosa através da Internet. Nossas crianças correm o risco real e imediato de serem assediadas via Internet, raptadas para contracenarem em cenas sádicas, doentias, ou ainda, de verem publicadas sua dor, sua angústia pelo sofrimento no abuso ou exploração sexual... Por isso, abrace esta causa.

QUEM DENUNCIA, SALVA!

Fonte: Site Censura. com



Prevenir: saiba como proteger seus filhos em relação à internet.

1 Mantenha o computador em uma área comum da casa. Não deixe no quarto da criança usuária da Internet por ser diferente de um móvel ou de um livro.

2 Acompanhe a criança quando utilizar computadores de bibliotecas.

3 Navegue algum tempo com a criança internauta. Da mesma forma que você ensina sobre o mundo real, guie-o no mundo virtual.

4 Aprenda sobre os serviços utilizados pela criança, observe suas atividades na Internet. Caso encontrem algum material ofensivo, explique o porquê da ofensa e o que pretende fazer sobre o fato.

5 Denuncie qualquer atividade suspeita. Encoraje a criança a relatar atividades suspeitas, ou material indevido recebido.

6 Caso suspeite que alguém on-line está fazendo algo ilegal, denuncie-o às autoridades policiais ou ao site www.censura.com.br.

7 Estabeleça regras razoáveis para a criança. Discuta com ela as regras de uso da Internet, coloque-as junto ao computador e observe se são seguidas. As regras devem, por exemplo, estabelecer limites sobre o tempo gasto na Internet.

8 Se necessário, opte por programas que filtram e bloqueiam sites. Encontre um que se ajuste às regras previamente estabelecidas.
* Indicamos o NetFilter Família.

9 Monitore sua conta telefônica e o extrato de cartão de crédito. Para acessar sites adultos, o internauta precisa de um número do cartão de crédito e um modem pode ser usado para discar outros números, além do provedor de acesso à Internet.

10 Instrua a criança a nunca divulgar dados pessoais na Internet, por exemplo, nome, endereço, telefone, escola e o e-mail em locais públicos, como salas de bate-papo. É a versão moderna do “nunca fale com estranhos”. Recomende que a criança utilize apelidos, prática comum na Internet e uma maneira de proteger informações pessoais.

11 Conheça os amigos virtuais da criança. É possível estabelecer relações humanas benéficas e duradouras na Internet. Contudo, há muitas pessoas com más intenções, que tentarão levar vantagem sobre a criança.

12 Cuide para que a criança não marque encontros com pessoas conhecidas através da Internet, sem sua permissão. Caso permita o encontro, marque em local público e acompanhe a criança.

13 Aprenda mais sobre a Internet. Peça para a criança ensinar a você o que sabe e navegue de vez em quando.

Texto de Anderson e Roseane Miranda



Onde denunciar

Polícia Federal: http://www.dpf.gov.br/
Ministério Público: http://www.prsp.mpf.gov.br/
Interpol: http://www.interpol.int/

12 comentários:

Mr.Jones disse...

oi amor, tudo ok nos comentários.
beijao

Rê(bonellinha) disse...

Ficou muito boa a matéria!!
parabéns Sandra por se juntar a essa campanha!!

bj

Professora Ismaelita disse...

excelente sua matéria amada eu me junto a voces,bjoo

LISON disse...

1º DE SETEMBRO.
SAUDAÇÕES!
AMIGA SANDRA FRANZOSO,
Esse é um grito de alerta que devemos dar uma atenção toda especial. Afinal as crianças são o futuro da humanidade!
O seu texto está perfeito!
Favoritei e vou repassar o Post completo para a comunidade de nosso Blog!
Parabéns pelo lindo Post!
Abraços!
LISON.

Luna disse...

Mais uma voz forte nessa campanha.
Bjs,
Luna

joselito disse...

vou repetir um comentário: Lei de Talião neles todos.

Susana disse...

Olá Sandra! Há quanto tempo!

Olha gostei da tua postagem ! um autêntico desabafo da triste realidade que, infelizmente existe em volta dos mais inocentes. Infelizmente em Portugal também acontecem maus tratos, dos quais estive bem perto...numa creche onde o meu filho estava... quando soube foi dramática a situação...não teve a ver directamente com o meu filho , mas denunciei à segurança Social...que até hoje nada fez aos responsáveis... é triste mas é a nossa realidade...

Olha em relação ao tema dos vinhos, se quiseres podes falar dos vinhos que conheces,não há problema nehum. O que interessa é falar do tema!

Se aindaquiseres participar, podes enviar a tua participação(máx 25 linhas) até dia 8 de Setembro.

Um doce Setembro para ti!
Bjs Susana

Sandra F. disse...

Obrigada, pessoal, pelos comentários. Sejam bem-vindos aqui no meu espaço!
Beijos a todos.

Antonio disse...

Excelente texto, junto-me a vc em seu desabafo contundente.
bjs
E parabéns pelo blog.

Anônimo disse...

Acho que devemos cortar o mal pela raiz, dando mais amor e atenção às nossas crianças, estar perto delas o máximo de tempo possível. Entendo que a prevençao é o melhor remédio para qualquer mal. Portanto, cabem aos pais procurarem ajuda de psicólogos para melhor orientar os seus filhos sobre o perigo de se envolverem com pessoas desconhecidas, sem que elas crescam carregando consigo o trauma do medo.
João Batista da Cunha
JBCPOETA (dihitt)

Altemar Rocha disse...

Parabéns pela adesão à campanha.

São essas iniciativas que ajudam na defesa de crianças e adolescentes.

Um forte abraço.

Renato HappyBlue disse...

Olá, minha amiga Sandra!

É verdade... A grande sabedoria é saber olhar a Vida! E a verdadeira alegria está nos olhos de quem Vê! Muito embora eu não veja merecimento para a humanidade nos tempos de hoje... Hoje vejo essa linda união dos blogs amigos lutando por nobres causas. Todos juntos ‘quebrando o silêncio’ e dizendo NÃO para violência. Basta! O Mundo precisa de mobilizações como essa, mas é valido lembrar que o homem precisa soltar a voz, fazer a sua parte, lutar pelo justo e ter esperança de um tempo menos doloroso. O Mundo também precisa de oração, mas o homem precisa ver para crer.

O grande prêmio para o homem está na satisfação de haver conquistado a si mesmo e ao próximo. Agradeço em nome de todos por aderir à campanha. Parabéns pelo seu texto que infelizmente fala de um tema que ainda causa muita dor para população. Parabéns pela sua participação! Estou levando o endereço (url) desse seu artigo para o meu post no Quiosque Azul.

Paz e Luz! Renato_ò/