quarta-feira, 20 de maio de 2009

Decepção

Uma sensação estranha
Como se sob os pés, faltasse o chão
Inexplicável e dolorosa
É assim a decepção
Nem só os homens maus a causam
Pessoas de bem também
Nem por isso dói menos
Num dia tudo, noutro nada
Um dia com, outro sem
Dizem que o tempo cura todas as mágoas
Pode ser uma verdade
Independendente de qualquer coisa
Sempre fica uma saudade
A vida segue em frente, é preciso continuar
Por nada baixar a cabeça, por nada deixar de sonhar
As tardes não serão mais as mesmas, assim como as canções
Impossível seria explicar, ficam então as recordações
E junto de um vazio sem medida
Permanece uma consciência tranquila
Sandra

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Animais e seres humanos

Os animais são muito melhores que os seres humanos, sem terem racionalidade, eles conseguem se respeitar, brigam por sexo e comida e não por motivos fúteis enquanto os homens são capazes de atrocidades contra seu semelhante por tão pouco, grande incoerência! Alguns homens preferem maltratar os bichinhos. Que existem muitos casos de agressões aos animais não é novidade, existem diversos tipos de monstruosidades, mas quando ocorre debaixo dos nossos olhos é ainda mais chocante. Tenho uma vizinha que pegou um lindo cachorrinho, não entendo por qual razão as pessoas que não gostam de animais os tem, assim como não entendo porque muitas mães engravidam se não querem ter filhos, por que elas não dão as crianças para quem deseja cuidar em vez de jogarem em latas de lixo? A humanidade é desumana! Bem, retornando à minha vizinha, essa louca colocava o cachorrinho que ganhou dentro da casinha, depois posicionava a entrada encostada na parede e o coitadinho não podia sair, ele fazia as necessidades lá mesmo, não comia e não bebia água, tudo isso no quintal dos fundos sob o sol. Ela o soltava somente no final da tarde, dizia que ele bagunçava muito e rasgava roupa do varal. "E ela está certíssima, afinal, ele deveria saber que não pode ser arteiro, já que não obedece deve ficar de castigo. Onde já se viu um cachorrinho fazer uma barbaridade dessas com uma pessoa bondosa como essa pobre mulher? Ela dava amor e carinho e recebia em troca peraltices, uma falta de respeito". Eu ia retirá-lo de lá da casa, mas resolvi informar tal fato para a SUIPA - Sociedade União Internacional Protetora dos Animais que não atendeu depressa, mas resolveu o problema indiretamente, a burocracia é absurda, então assim que fiz um BEO, pois faz parte do procedimento, eu o mostrei para a indivídua e antes mesmo que a procurassem, ela levou o animal embora. Claro que a minha vizinha se considera uma pessoa incompreendida, a verdadeira vítima de tal situação e eu a considero um monte de lixo ambulante. E você que está lendo esse texto? Fica aí o questionamento: quem é o animal nessa situação?
Sandra

sábado, 2 de maio de 2009

Indignação

Quem não acompanhou a lamentável história do bebê espancado por uma garota de programa?
Esse é um exemplo a ser seguido, tiro meu chapéu pra moça, afinal, aquele bebê cruel não a deixava dormir, onde já se viu um bebê chorar? Em que época ele pensa que está? Representava um perigo muito grande, não posso nem imaginar essa moça meiga com os tímpanos estourados. Trata-se de uma ameaça à saúde de uma mulher agora incompreendida.
Quanta maldade da sociedade ao recriminá-la e, meu Deus, como foi injusto prendê-la! Em que mundo vivemos?
Se todo bebê perigoso como esse chorasse a ponto de atrapalhar o "soninho" de uma pobre criatura, esse mundo estaria perdido.
Esse caso é tão revoltante que não pude deixar de escrever a respeito, é minha forma de protesto.
Crimes hediondos ocorrem o tempo todo sob os olhos de uma sociedade incrédula e ávida por justiça.
Vivemos numa selva de pedras formada por animais "racionais", verdadeiras feras abomináveis.
Registro aqui minha indignação, desejando que essa criatura seja de fato condenada, sem direito a relaxamento de prisão e que sua estadia por lá cause em seu corpo e mente mais marcas do que aquelas deixadas no corpinho de uma indefesa e inocente criança.
Sandra