quinta-feira, 24 de setembro de 2009

As dez coisas que eu detesto

Olá, pessoal



Eu aceitei o desafio da Luísa, (Lulei), e elegi as 10 coisas que mais odeio. Confesso que existem muitas coisas que eu não gosto, felizmente consegui escolher dez rsrs.
Segue a lista abaixo, não estão todas na mesma ordem necessariamente:

1) Falta de educação - essa palavra é muito abrangente. As pessoas precisam "se tocar" de que o direito delas acaba quando começa o do outro, respeitar o próximo e o meio ambiente é fundamental. Tente se colocar no lugar de alguém e pense "e se fosse com você"?
Odeio quando vejo alguém jogar lixo no chão. Odeio quando vejo alguém que não cede banco reservado a quem tem direito. Essas são práticas muito comuns hoje em dia, trata-se de atitudes feias.

2) Barulho fora do horário permitido: eu tenho uns vizinhos que têm o hábito de começarem uma festa de arromba durante a madrugada. Além disso, outra vizinha sempre fazia cultos no lar, considero algo muito bom. Isso deve proporcionar uma paz indescritível, mas o culto tem que começar depois da meia-noite? E em pleno dia de semana? É culto pentecostal, então já dá pra imaginar. Eu disse 'fazia' porque ela resolveu mudar o horário. Chamo a polícia mesmo! Acordo cedo apesar de adorar dormir até mais tarde. Aguardem, falarei sobre isso logo mais rs.

3) Falta de noção: não suporto quando alguém não respeita a opinião alheia. Se você gosta de azul, eu gosto de vermelho e daí? As pessoas precisam aprender a viver em sociedade, caso contrário, floresta existem muitas... E boa viagem!!!
Outro dia, dei minha opinião a respeito de um assunto num certo post, comentei no blog da pessoa. Um indivíduo cuja a opinião era contrária a minha, também foi lá comentar e queria me convencer de que eu estava errada. Por favor, me poupe! Eu respondi a ele o seguinte, eu respeito toda e qualquer opinião, mas mantenho a minha sempre! (A menos que fatos concretos me mostrem que estou errada). Sinceramente, eu não tento mudar o ponto de vista das pessoas, cada um tem o seu, é uma pena que há aqueles que acham que todos devem pensar igual, lamentável.

4) Esperar: assim como o amigo Lison, detesto esperar, fico ansiosa. Não custa a pessoa avisar a respeito de um atraso. E se eu tiver que esperar por um resultado então? Seja sobre o assunto que for, não gosto.

5) Chicletes: eu também não suporto quem fica mascando chiclete e estourando bolinhas ahahaha. Sou do time da Tereza e do Diego, isso é estressante. E também não gosto de quem mastiga qualquer comida e fala ao mesmo tempo, fazendo barulho e mostrando a comida mastigada dentro da boca. É um horror!

6) Corinthians: bem, me desculpem os corinthianos rsrsrsrsrs, mas eu DETESTO o Corinthians!!!

















7) Pessoas fungando: eu me irrito com gente que fica fungando sem parar. Está com gripe? Ok, mas por favor, assoe o nariz! Simples e fácil. Porque é muito irritante ficar perto de uma pessoa que parece estar 'chupando cana' o tempo todo.





















8) Torneira pingando: outro fator em comum com o amigo Lison, além de ser um desperdício de um bem precioso que é a água, ainda é extremamente irritante ouvir as gotas caindo.








9) Bocejo: vocês vão descobrir que sou chata ahahahaha. Insuportável! Preciso de terapia mesmo.
Vou tentar explicar, todo mundo boceja, isso é perfeitamente normal, mas confesso que me irrita quando alguém boceja parecendo um urso urrando. Sabe, tem horas que quero ficar concentrada no que estou fazendo e, de repente, ouço um "uahahahahahahahahahah". Até me assusto rs.


10) Acordar cedo: eu não poderia deixar de confessar meu segredo rsrs. Amo dormir, não me importo em ir me deitar tarde, mas acordar cedo é um drama sempre. Detesto acordar cedo!
















É isso. Sei que posso exagerar em algumas coisas, entretanto, seria hipocrisia da minha parte não colocar esses itens. Chocados? Rsrsrs.
Passo a bola para João Poeta, a Patchulla, Emília, Maha, Atila, Joselito, Príncipe Encantado, Ismaelita, Alex e o amigo Nogueira. Caso algum de vocês já tenha feito, desconsiderem rs.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Por que as pessoas mentem?

Eu estava pensando o porquê as pessoas mentem. Será pelo simples prazer? Será por comodismo? Qual será a razão? Depende do caso.
Existem mentiras bobas, dessas que podem não causar estragos passando desapercebidas. Pois não interferem na vida de alguém de modo direto. Existem aquelas mentiras que apenas deixam fulano ou ciclano numa posição melhor como se fosse "o cara". Esse tipo é uma ilusão pra pessoa que conta, mas pra quem ouve não faz diferença. Porém, existem mentiras que podem abalar a vida de alguém. E eu tento compreender a razão que leva uma pessoa dizer algo que não é verdade. Seria com o objetivo de prejudicar uma pessoa? Muitas vezes sim. Há quem sinta felicidade ao ver o outro triste. Também há aquelas situações em que a intenção é boa, uma pessoa quer ser e fazer a outra feliz, no entanto, mesmo acreditando que tudo acabará bem, que as coisas se ajeitarão, isso não ocorre e aí sim uma catástrofe se abate sobre elas. Por esse motivo, dizer a verdade é sempre a melhor opção desde o início. Assim, feridas poderão ser evitadas em todos os envolvidos. Evitar que uma situação fique insustentável e depois não se consiga mais encontrar meios pra se colocar as coisas em seu devido lugar é fundamental. Analisar bem o que vai ser dito requer um planejamento muitas vezes. Mesmo pra quem conta mentirinhas inofensivas é bom saber que a verdade sempre aparece de repente, numa simples conversa.
Nunca faça pra alguém o que não quer que façam pra você. Nunca permita que uma pessoa confie sua vida a você se a recíproca não for verdadeira. Não diga pra uma pessoa que cuidará dos negócios dela se não puder cumprir, só pra agradá-la. Não diga que resolverá este ou aquele problema se a pessoa não puder contar com você seja pela razão que for. Não diga para seu pai que o substituirá na empresa, se sua vocação não for essa, pois isso o impedirá de encontrar alguém capacitado para ocupar esse lugar. jamais diga "eu te amo" se isso for apenas o que você gostaria de sentir, mas não sente porque em seu coração há um outro alguém que não era pra estar ali. Enfim, jamais prometa o que não poderá ser cumprido só porque você acredita que esse momento vai chegar, pois as pessoas têm sonhos, sentimentos e podem se magoar. Um dia, alguém poderá lhe dizer algo que não vai acontecer e você também se sentirá perdido, enganado.
Esse tipo de atitude pode ferir muito alguém que fez planos baseados nas suas palavras. Portanto, só fale aquilo que realmente sentir, que estiver em seu coração e em seus propósitos como uma meta em sua vida.

Sandra

BlogBlogs.Com.Br