sábado, 10 de outubro de 2009

Todo dia é dia das crianças...

Criança é um barato. O meu filho vive me surpreendendo. Ele tem o hábito de ficar feliz quando o 'caminhão' de gás passa, costuma parar tudo o que está fazendo e sai pra olhar pela janela ou vai até o quintal pra ver de perto.

- Oi, homem do gás!
- Oi, menino!

E o sorriso dele vai de orelha a orelha.
O mesmo acontece com o caminhão da coleta de lixo.

Todos os anos, um morador aqui na rua se veste de Papai Noel e passa numa caminhonete vermelha distribuindo balas e presentes, cada pai ou mãe entrega na casa desse vizinho um presente com o nome da criança e o nº da casa. É muito divertido, a rua vira uma grande atração. E acreditem, meu filho faz mais festa com o caminhão da coleta de lixo cujos trabalhadores passam acenando pra ele do que com a passagem do Papai Noel, final do ano passado foi assim.

Dia das crianças está chegando, meu filho já está ganhando presentes dos tios e avós-coruja, são brinquedos legais, até eu curto brincar. Mas sabem com o que ele está brincando e se divertindo? Com uma bolinha que eu fiz amassando papel e passei fita adesiva em volta pra não desmanchar rsrs, os brinquedos estão lá aguardando sua vez, jogados no chão da sala. Um limão também serve, viu? Esse é meu filho!

No supermercado, por exemplo, eu coloco as compras dentro do carrinho e ele, de dentro do carrinho, joga pra fora. Se eu deixá-lo andando comigo no chão, ele vai atrás das laranjas e dos limões pra jogar e chutar, ou seja, ir com ele ao supermercado nem pensar, pois lá não é um campo de futebol rs. Mas, o que percebo? Que coisas simples fazem meu pequeno tsunami feliz. Muitas vezes nos preocupamos tanto, pra quê? Ser feliz é muito mais fácil que isso.
Vamos levar nossos pequenos pra passear, vamos presenteá-los, porém, vamos participar brincando, vamos improvisar e receber como prêmio aquele sorriso lindo.

Pensar na educação que damos aos nossos filhos é primordial para transformá-los em homens e mulheres decentes e de fibra no amanhã. Criança deve ter infância: rir, jogar bola, brincar com carrinhos e bonecas, pega-pega, esconde-esconde ou seja lá a brincadeira que for. Para no futuro, se tornar um homem ou mulher de bem, sem traumas, sem marcas e com capacidade de ser um/a educador/a.

Também vamos nos unir e dizer não à pedofilia e a qualquer tipo de violência às crianças.
Onde denunciar:
Polícia Federal: http://www.dpf.gov.br/
Ministério Público: http://www.prsp.mpf.gov.br/
Interpol: http://www.interpol.int/

É isso, toda dia é dia das crianças, dia de dar nosso amor incondicional e sermos duros quando necessário para o aprendizado dos pequenos.
Quanto ao meu tsunamizinho, não sei se vai brincar com os brinquedos que ganhou ou se terei que ir à feira comprar limão rsrs. Seja como for, desejo um feliz Dia das Crianças para todos, inclusive para a criança que existe dentro de cada um de nós.

30 comentários:

Rosangela disse...

Delicia sua postagem, fiquei lembrando do meu filho de 15 anos quando só tinha 3 aninhos. Ele era terrível(na verdade ainda é). O Breno gostava de caixas de fósforo e catava todos os carreteis de linha que minha mãe que é costureira jogava no chão. Os brinquedos caros mesmo... ahh eses ele nem ligava as vezes desmontava um aqui outro ali. As amizades dele tbm eram bem diferentes, ele gostava mais de adultos que de crianças e dava preferencia aos salgados que aos doces. Na escola fazia os trabalinhos e quando terminava amassava e jogava na lixeira. Realmente uma criança muito diferente. Talvez pelo fato de ser hiperativo, mas e daí uma coisa é certa; ele sempre teve muita saúde rsrsr.
Abraço...
Parabéns pelo blog!

LL disse...

É isso mesmo amiga! O teu filho é uma criança criativa.

O mesmo acontece com a minha filha mais nova. Ela tem dezenas e dezenas de jogos e bonecas, pois herdou muitos dos irmãos mais velhos quase 10 anos do que ela. Ela recebe uma quantidade vergonhosa de brinquedos em todos os eventos. mas, sabes como é que ela se entretém a brincar? Desenha e pinta bonecas e bonecos e famílias inteiras, com cão e gato e algumas com dinossauros, e, depois, recorta-os e brinca com eles numa casinha de bonecas (mas sem as bonecas).

Eles precisam de tão pouco para serem felizes! A única coisa que eles precisam em quantidade é carinho e atenção.

Adorei o teu texto e saber um pouco mais sobre o teu filhote.

Beijos
Luísa

Debby Lenon disse...

Pois é o meu está na época do video-game, mas, não abandona seus boneqquinhos, dinossauros e carrinhos, a pouco tempo dei cerca de 4 caixas bem grande de brinquedos para serem distribuidos pelas favelas. Afinal Neto único com 3 tios e 4 avós corujas sem contar as tias e tio postiço e a madrinha. Imagina seis anos ganhando presente de dia das crianças, natal e aniversário. Sem falar na páscoa, pois meu filho não come chocolate, mas, não dispensa a lembrança dele, ou seja, brinquedos. Sabe qual a brincadeira preferida dele, pular na minha cama. E de se esconder comigo e o pai debaixo do edredon, assim a gente tenta se achar no escuro. o que eles querem mesmo? E nosso amor e carinho, nossa atenção.

Sandra F. disse...

Nossa, meninas, amei os comentários de vocês todas, Rosangela, Luísa e Debby.
As crianças são mesmo imprevisíveis.
Muito obrigada por participarem
Beijos.

Mr.Jones disse...

baby, que legal...to aí no texto tambem.
bjao

Sandra F. disse...

Sim, você está. E como um exemplo a ser seguido rs.
Bjs.

Anônimo disse...

Oi, Sandra, há poucos minutos você leu o meu texto referente à criança e sabe o quanto eu sou feliz por conviver com minha netinha. Ela si chama Júlia e à semelhança do seu filho, ela gosta de brincar com brinquedos improvisados... Gostei de ver a conincidência de postarmos notícias referentes à semana da criança. Que bom que comungamos o mesmo pensamento na mesma ocasião, enaltecendo esse ser maravilhos que Deus coloca no nosso caminho para nos fazer mais felizes.
Grande abraço.
João Batista da Cunha (JBCPOETA) dihitt

Principe Encantado disse...

Como é bom ser criança, tão pouco para faze-los felizes, muito bonito seu texto.
Abraços forte

Sandra F. disse...

Verdade, João, essas crianças entram em nossa vida e mudam tudo. Impossível nos imaginar sem elas, eu as vezes fico lembrando da época em que eu ainda não era mãe, mas parece que de certa forma ele já existia.
Obrigada, amigo, grande abraço.

Sandra F. disse...

Príncipe, é exatamente isso. Não custa muito fazê-las felizes e elas são um presente de Deus.
Obrigada e um forte abraço, ilustre sapo!

LISON disse...

Saudações!
Amiga Sandra Franzoso,
Salve Este Data Especial!
Uma mensagem de amor de mãe, construida com palavras que saíram de seu bondoso coração. Gostei muito de conhecer mais uma nobre atitude, de nosso querido amigo Diego, que a cada dia que passa mais o admiro - um referencial de paí-. Amiga, tenho muito orgulho de você, em especial ao seu tratamento dispensado ao seu amado filho. Hoje, passei no msn, e lí a mensagem no topo, que registrava ser um apaixonado torcedor...Que bom!
Que Deus o guarde eternamente nas palmas de suas mãos!
Abraços!
LISON.

Sandra F. disse...

Lison

Sempre fico muito feliz com seus comentários.
Verdade, uma mensagem de amor de mãe.
Ele tem 4 anos, mas já é torcedor embora nada entenda do assunto rsrs.
Muito obrigada.. E que Deus também lhe abençõe.

Abraços.

Professora Ismaelita disse...

verdade amei seu post todos os dias são dias de crianças, porque enquanto houver criança há esperança de um mundo melhor, a paz!

Sandra F. disse...

Isso mesmo, amiga, belíssimo comentário.
Bjs e obrigada.

janilton disse...

Olá Sandra!

Temos que aproveitar esses momentos que os filhos são ainda crianças, pois são momentos tão mágicos, encantados que se pudéssemos paravámos o tempo. Eu tenho meu pequeno que agora no final do ano vai fazer nove anos.
Parabéns pelos sites de denúncias sobre abusos contra criança.

abs.

Sandra F. disse...

Janilton, muito obrigada pelo seu comentário.
Sim, devemos aproveitar porque passa muito rápido.
Feliz dia das crianças para seu filho.
Abraços.

Felipe disse...

Sandra
A criança aqui de casa tem 1m90.
É bocudo feito ele só, mas bom menino.
Pede o carro da mãe emprestado nos finais de semana e vai pra balada, mas curte as duas cachorrinhas que ele ganhou ainda menino; uma com 16 anos outra com 7.
De vez em quando vira criança e eu vejo aquele homenzarrão sentado no colo da mãe, pedindo cafuné.
Beijão
Felipe

Sandra F. disse...

Ahahaha pois é, Felipe. E mesmo tendo 1,90 será sempre o menininho de vocês, não tem jeito rs.
Obrigada! Bjs!

Ebrael Shaddai disse...

Engraçado, eu sentialgo que sempre sinto e que intuí em vc: uma nostalgia da infância!!

E acho que é pq somos eternas crianças que não brincam mais tão frequentemente como antigamente, som alegria, desprendimento...

Imagino e vejo adultos todos os dias que parecem que há anos não fazem uma brincadeira, nem com eles próprios nem para osfilhos. Um pessoal que passa a vida aos berros e em meio ao estresse de uma vida sem brincadeiras.

Quando eu era criança, imaginava que ao crescer, e fosse astronauta ou cientista, ganharia dinheiro me divertindo. E acho que as pessoas se limitam tanto, acabam se esvaindo para caminhos que não foram desejados, vivendo vidas não sonhadas, e terminam assim, frustradas por não terem conseguido permanecer feliz como quando crianças.

Eternas crianças, muitos sem brincar, sem rir da vida e do vovô que deixa a calça cair no meio da rua ou do pombo que "entregou um pacote" na cabeça de alguém na praça.

"Pq temais pelo que hás de comer amanhã, ou o que hás de vestir?? Os pássaros não plantam e se fartam, os lírios não tecem, mas se vestem regiamente..."

Esse é o espírito infantil: confiança serena no futuro e em seus sonhos.

Bjs Sandra!!

Sandra F. disse...

Olá Ebrael

Exatamente, a maioria das pessoas se limitam muito e não compreendem que essa vida passa rápido demais.
Obrigada pelo comentário. Bj.

amigodcristo disse...

Poxa Sandra superlegal pode te conhecer um pouquinho mais,,rsrs achei sua postagem um exemplo de alegria, de carinho de mãe para com o filho, e também achei ypper legal em você dizer que curti brincar com os brinqudos do seu fliho, olha aqui no dihitt eu aos poucos vou me familiarizando com os membros em uma intensidade realmente familiar no sentido de uma amizade sem preço com apegos, rsrsrs e hoje eu vi uma postagem da sissym com a filinha dela acheio maximo e agora a sua postagem,,, deu uma saudade imensa do meu filhote,, rsrsr então amiga parabéns e fico feliz de ver o seu carinho com seu pequeno principe..e tambbém de você compartilhar esses momentos unicos conosco..que Deus pai abençoe o crescimento do seu pequeno e lhe de toda a sabedoria para o acompanha-lo rumo ao crescimento.. paz seja contigo querida..!!!

Sandra F. disse...

Falbo

Eu é que fico muito feliz com suas palavras, pois sei que são sinceras.
Realmente, temos no Dihitt laços de amizade maravilhosos e a cada dia eles se fortalecem mais. Você é um exemplo que veio para somar.

Que Deus abençõe a você e sua família também.

Célio Pirola disse...

Sandra

Parabéns pelo blog, excelentes textos, já estou seguindo e estarei sempre dando uma passadinha por aqui.

Grande abraço
Célio

Sandra F. disse...

Obrigada, Célio. Seja sempre bem-vindo!
Abraços.

Psiquismo Desmistificado disse...

Oi Sandra
Muito bom seu blog, parabéns.
Se conseguirmos deixar nossa criança interior falar, quem sabe conseguiremos ser mais puros e honestos em nossos sentiments.
Abraços fraternais

Sandra F. disse...

Muito obrigada, grande abraço!

Nogueira disse...

Querida amiga Sandra! Apesar de um pouco tarde, não poderia deixar de vir até aqui ver você falando de crianças e o mundo mágico que a imaginação delas criam. Estes pequenos seres precisam de nossa proteção e de nosso carinho!
Os. Estou um pouco afastado por motivos de trabalho, mas sempre passarei por aqui para prestigiar e aprender com você!
Bjs

Sandra F. disse...

Nogueira, meu querido amigo, fico feliz com sua visita.
Sim, eles precisam da nossa proteção e carinho realmente.
Quanto a aprender comigo, ora, acredite, você é um excelente escritor. Sou sua fã rs!

Bjs.

Principe Encantado disse...

Amiga Sandra não comento mais no dihitt pois estão negativando todos os meus comentários e ai não sei em que isso pode ser prejudicial, mais vim aqui lhe desejar muitas felicidades e saúde para ti pois você é uma mulher amiga especial, deixo este poema:

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa.
Agora o perigo o autor é, é
desconhecido
Abraços forte amiga.

Sandra F. disse...

Olá, meu amigo Príncipe Encantado.

Puxa, o me diz? Lamento.

Adorei seu comentário. Muito obrigada, desejo a você muito sucesso.
Grande abraço, querido sapinho.